sábado, 13 de junho de 2009

Defeito


Qualquer um que a visse passar na rua acharia que aquela era uma mulher perfeita. Talvez uma perfeita mulher. Não aparentava defeito algum. E mesmo assim havia nascido com um problema no coração. Uma anomalia que o impedia de crescer à medida que ela crescia. Aguardou anos por um doador. Uma espera que não vale a pena ser comentada. E finalmente seu novo coração havia chagado.
O procedimento era simples. Vamos abrir seu peito, retirar o velho coração e colocar o novo no lugar. A cirurgia foi marcada para uma tarde de outubro. Todos estavam preparados depois de fazerem sua prece em silencio. O peito foi aberto. E lá dentro existia um mundo todo. Cercado de conhecimento, sentimento e exigências da própria menina. Tiveram que fechá-la sem trocarem seu coração. O medo do desconhecido tinha paralisado os cirurgiões. Aquilo era demais para qualquer médico entender.

4 comentários:

Max Braga disse...

É curioso achar defeitos no que é perfeito.

Melhor ainda é ver depois que o defeito é que faz tudo perfeito.

nathyacarmylle disse...

Incrivel.
Tudo o que você escreve é.
Mas esse foi depois de um tempão, um maravilhoso texto.
Pelo menos perder horas vendo Gray´s tem surtido algum efeito...
hsuahsu
parabens XuXu...
=D

Tatiana F. disse...

Não dá pra mudar de uma hora para a outra o que construiu-se em toda uma vida...

nome: Thiago vasconcelos disse...

Vai entender os mistérios de cada s2 ;)